Carta para M.

SP_Anhangabaú_SA

A cidade de São Paulo é fria, as pessoas estão sempre com presa, falam rápido, andam rápido. Vivem com a cabeça baixa a olhar o celular. Estão atentas a todas as notificações passageiras de seus aplicativos conectados. Mas olhares quase não se encontram, e quando se encontram são mais vagos que transeunte em dia de chuva que para a pensar na vida.

É raro também quando estamos ouvindo todo este complexo noise urbano. Todos os ruídos, da respiração ofegante, o bufante acelerado de cada um. Somos todos tão individuais em nosso próprio mundo.

Todo dia faço esse caminho. Todo dia acordo diferente para ver algo que antes não se mostrava. Todo dia é uma rachadura nova que surge, a parede fica mais desbotada, desfoco por hora um plano inteiro. Sempre conectamos o som daquela playlist separada a dedo. Ou talvez, um álbum tão consonante com a nossa vida.

Somos individuais. Mas quero dividir essa imagem com você. Este traçado urbano. Esta passagem. Todo dia, estou a passar por cima deste viaduto movimentado, que recebe os ruídos do barulho e em resposta deixa estar este movimento, que sentimos com os pés.

O que nesta imagem arranco forças para lançar passo a passo todo o trajeto que terei que lançar, de novo e de novo. É porque diante deste cinza todo, tem cores ali naquele prédio torto. Cores de quem um dia resolveu de que ali deveria ter cores, apenas. Eu por vezes tento me por a imaginar que talvez com bexigas e tintas esta ação tornou-se possível. Mas que talvez essa pessoa, acordou um certo dia, olhando pela tua sacada cinza, cheio de chuva lá fora, colocou em sua mala bexigas e tintas e disse: foda-se. Vou colorir este prédio!

Tenho este desejo. De colorir este prédio, todos os dias…

2 comentários sobre “Carta para M.

  1. Essa foto parece ser em um lugar proximo ao terminal bandeira, na 23 de maio. Me lembra o meu passado, quando eu fazia estagio de manha, a tarde eu pegava onibus em um lugar parecido com esse para fazer um curso na zona sul, itaim bibi e a noite eu ia para faculdade… minha vida era complicada… e hoje continua sendo, mas de uma forma diferente….outra linha, outra história

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s