gramaturas.

que ato sincero é esse de chorar? não entendo. como o descontrole de algumas lágrimas podem nos afetar tanto internamente, mas ao expor um mínimo de fragilidade. já estamos nos negando por inteiro. aos silêncios, e olhares. toques cheios de ternura, docilidade de palavras que estão por vir. mas atrasadas, fogem.

são negadas todas as formas de amor por instantes. são desnecessárias todas as tentativas de dois corpos estáticos. ao seguir todo ritmo da cidade, coditiano como samba de madrugada, quase chorinho.

a mas se fosse jazz. todas essas ruas estariam embaralhadas, esperando por um sinal seu, tão pequeno. abraço esse que só vem por virtualidade. sorriso esse que acaba em avenidas movimentadas. as luzes da cidades estão borradas, choveu.

toda tentativa de acreditar em algo simples, como o cheiro da manhã e um sol. da manhã e o sol, esse dia, espero de mim, a pequena percepção de uma paz. a paz de uma janela que recebe o contorno do sol. paz de estar bem consigo mesmo. mas afinal, quem somos? poeira do cotidiano que passa, todo mundo corre. e o meu relógio já está parado faz tempo.

toda hora, são 7 horas. todo banco, a eternidade. toda sombra, é o tempo. e todo o refrão que quebra no peito, fortalece. amanhã é uma alvorada, projeção necessária, só lembro o verso: meu caminho é de pedra, como posso sonhar? aos olhos turvos, expressão de desejo que se aproxima com calma.

aos olhos turvos, lágrimas de quem sofre por uma vida infeliz. uma vida que não permite mais do que o necessário. uma vida de merda. de tampar os buracos de toda avenida. a avenida que morre na estrada. não há dignidade na morte.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s