contextos.

A vizinhança estava calma, tinha sol e pessoas com sorrisos grandes caminhando na rua. Carros com pressa ultrapassando o semáforo vermelho. Músicas escapando de fones de ouvido. Metrô lotado, folhas de papel acumuladas em cima da mesa. Compromissos que talvez não fossem nunca vistos de novo. Toda vez que a persiana descia, marcada mais um dia da semana para chegarmos em algum lugar. Calendário riscado com datas já forçadas por compromissos indiferentes. Cinismo em olhares, respirações tediosas. Bancos vazios. Corações fechados. Cores opacas. Sensação do sol batendo no chão. Vozes fortes, palavras que valem o dia, essas não são ouvidas com frequência. O dia é esquecido, e talvez seja melhor tomar uma dose de café e erguer suas habilidades, talvez seja hora de olhar para fora da janela, talvez seja inteiro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s